quarta-feira, 11 de julho de 2012

AVISO IMPORTANTE!!

Olá, Olá, minha gente!
Depois de uma grande pausa e um bom tempinho neste blogue achei que todos precisávamos todos de um novo espaço. Sendo assim, conto com todos vocês para continuar a festa por estes lados:


VÁ, VÁ, VÁ! Não me deixem ficar mal com o novo blogue! Vejo-vos por aí...

quarta-feira, 25 de abril de 2012

quinta-feira, 19 de abril de 2012

We are the champions!!

Estou tão contente! Hoje tive que ir tratar de uns assuntos a Aveiro e aproveitei e pus a conversa em dia com pessoal conhecido. Ora, esse podia ser perfeitamente o motivo de estar contente mas, neste caso, refiro-me mesmo ao facto de ter conseguido resistir a McDonalds, Pizza Hutts, Companhia das Sandes, Kebabs e todas essas coisas gordurosas. Acabei mesmo por comer comidinha boa e saudável, embora ao inicio estivesse meio desgostosa. Sou daquelas pessoas magras mas com mente obesa, que quando vai a shoppings e afins sempre quer comer um pouco de tudo que seja comida de plástico. É por isso que para mim, ter comido um prato com comida mais a sério é assim uma espécie de vitória!
Vamos, porém, esquecer que estourei um pacote inteiro de gomas mal cheguei a casa. Pshiiiiiu...nada de dizer alguma coisa à minha consciência!

I'm so happy! Today I had to go to Aveiro to take care of a few issues, so I took the opportunity to catch up with a few old friends. Well, that could very well be the reason to be happy about but, the truth is, I'm actually happy because for the first time I was able to resist all those McDonalds, Pizza Hutts. Companhia das Sandes, Kebabs and all the other houses with fastfood offers. This time, I actually ate good and healthy food. At first I wasn't really glad about it, I'm the type of person who's skinny but with an obese mind. The type of person who basically wants to eat a little bit of everything while on shopping. This is why, the fact that I ate real food today is kind of a victory to me!
Lets just forget how I totally ate a full bag of candies when I arrived at home. Shuuuush...don't tell my conscience!


São lindinhas, não são? Estou totalmente de olho nelas. São uma boa imitação das verdadeiras, estão a bom preço e têm exactamente as minhas cores favoritas para usar na Primavera! Oh, meus amores, venham a mim...

Real dolls, aren't they? I've already my eyes on them. They look like the real ones, the price is great and those are most definitely my favorite colours to wear during spring! Oh, come to me...

terça-feira, 17 de abril de 2012

O Verão está a chegar e...

...precisa-se de algo que disfarce a banha de porco extra que encontramos aqui e ali. Ora, na minha opinião, não há coisa mais bonitinha que um trikini. É realmente uma pena não podermos usar diariamente sem correr o resto de criar marcas ridículas pela barriga fora. Mas que são completamente adoráveis, lá isso são.

Summer's coming and we all need something to hide that extra fat, here and there. The type of fat meat that seems not able to disappear. In my opinion there's nothing cuter than a nice trikini. It's really a shame how we're not able to use them everyday without taking the risk of creating ridiculous tan marks on hour bellies. Either way, it's still an extremely adorable piece for our wardrobe.









sexta-feira, 13 de abril de 2012

Hoje...

...comi que nem uma porca no McDonalds mas em compensação fui a pé de São Bento a General Torres. Sinto-me absolutamente realizada em termos atléticos!



domingo, 8 de abril de 2012

Oh, what if I die tomorrow...

Uma boa Páscoa para toda a gente!
Have a nice Easter, everyone!


quinta-feira, 5 de abril de 2012

Happy fangirl!

Hoje fui sair com as romenas (aka Medd e Ni!) e, sabe-se lá como, concordaram em ver o The Hunger Games. Ora, sendo eu a pita histérica que sou desde que li o primeiro livro, não poderia ter ficado mais satisfeita! No geral, foi até das melhores adaptações que vi, não cortaram muito e até adicionaram pontos de vista dos organizadores dos jogos, dando a entender sobre o que será o segundo filme da saga. Resumindo um pouco...

Pontos Positivos:
  • Morte da Rue. Já nos livros me fez chorar feita uma madalena perdida, por isso gostei bastante que também no filme lhe tenham dado a devida importância. 
  • Construção do jogo em si. Gostei do modo como apresentaram o jogo. Os cenários, o apresentador, as explicações ao logo do filme.
  • A revolta do Districto 11. Não estava a contar que colocassem isto mas adorei. Mostra o porquê do Presidente dos jogos não gostar da Katniss e  remete ao segundo livro.
  • Haymitch. Não o suporto nos livros mas no filme está fenomenal. 

Pontos Negativos:
  • Insistência em relembrarem a relação Gale/Kaniss. O moço raramente é mencionado durante os jogos e teimaram em focar-se no rapaz. É certo que no segundo livro mostram mais dele, mas não é como se a Katniss se tivesse lembrado muito dele durante os jogos.
  • Fraca explicação do que a Katniss sente pelo Peeta. No filme parece que ela simplesmente se apaixona por ele quando no livro ela supostamente está a fingir (apesar de a meio começar a gostar um bocadinho do coitado!)
  • Final. É suposto o Peeta e a Katniss terminarem zangados por ele descobrir que afinal ela estava a fingir. É giro que tenham omitido a "pseudo-briga" deles quando vão ter que depois explicar o porquê de começarem o próximo filme separados.

Image and video hosting by TinyPic

Today I went out with my romanians (aka Medd & Ni) and, only God knows why, they agreed to go watch The Hunger Games. Oh well, me being the big fangirl that I am since I read the first book, couldn't be happier about it. The movie is one of the best movie adaptations! They didn't cut that much and they actually added a few scenes from the organizers' point of view which kinda helps us understand a little more about what's gonna happend in the next movie. All in all...

Positive things:
  • Rue's death. When I read the books I cried like a little girl at this scene. I obviously loved how they gave it the same big meaning on the movies.
  • The Game's show. The way they presented the game was really cool. The scenarios, presenters and all the explanations were great.
  • The rebellion from the District 11. I didn't think they were gonna add that scene and I found it amazing. It actually shows why the President of the games doesn't really like Katniss and, once again, shows us a little more about the second book.
  • Haymitch. I can't stand him in the books but I thought he was phenomenal in the movies!

Negative Things:
  • How they keep going back to Gale and Katniss relationship. The boy is rarely mentioned in the book while she's playing the game so I didn't get why they kept focusing on him. Yes, they show more about him in the second book, but it's not like Katniss even remembered him that often.
  • Very poor description about the way Katniss feels about Peta. In the movie it seems that she simply fell in love with him but it was supposed to look like she was faking it (despite the fact that, in the middle of the game, she actually kinda likes him a little bit)
  • The End. It was supposed to end with Peeta and Katniss fighting (pretending they still loved each other) because he discovers she was just pretending to love him. It's funny they deleted that "wannabe fight" scene since the next movie starts with them separated.
Image and video hosting by TinyPic

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Oh, corpinho, a quanto me obrigas...

Image and video hosting by TinyPic

Gostava de ser uma pessoa mais virada para o desporto! Não é que desgoste totalmente da coisa mas, para mim, desporto faz-se sentada no sofá, com a televisão ligada na SportTV. É que gosto bastante de ver futebol, natação, salto em altura, voleibol e por aí adiante, mas não passa disso...de ver. Quando o assunto é passar esses mesmos desportos para a vida real, a coisa ganha outra perspectiva. Sou uma preguiçosa sem solução!
Ora, o meu problema actualmente é que já há um ano que me andam a tentar convencer a começar a praticar jogging. Eu, correr!? Pois claro! Mas no entanto, a frustração já começou a ser tanta que aparentemente passaram a usar o golpe mais baixo que podem usar contra uma mulher, o uso da horrenda frase "Estás a ficar gorda!". Funciona como uma espécie de pílula da pressão emocional e comigo resulta sempre. É que a mulher pode ser um pau de virar frangos que cai sempre nisso.
E foi com esse mesmo argumento que lá me convenceram a sair para correr. Saio para ir tomar café, ir às compras, ir a casa dos outros, ir divertir-me, ir fazer qualquer coisa...menos correr. Porém hoje lá saí, desanimada, para ir dar de correr às banhas. Aparentemente devo ser uma pessoa persuasiva porque acabei por ir comer um grande gelado de morango em vez de soltar qualquer gota de suor!
Enfim, hoje livrei-me, amanhã pressinto que a coisa não vá correr tão bem...


I'd like to be more of a sportive person!  It's not like I hate it but, for me, sports means sitting on the couch and watching SportTV. The fact is that I love watching football, swimming, high jump, volleyball and so on, but that's just it...I just like to see it. When it comes to bring that to real life, things win a different perspective. I'm just a lazy person with no possible solution whatsoever! 
My current problem is that people have been trying to convince me to start jogging, for a year now. Their frustration must be so big that they already started using the lowest weapon someone can use against a woman, the horrible argument "You're getting fat!". It's like the birth pill for emotional pressure and it always works with me. Well, it actually works even with women who are as fat as a stick so it's not a very shocking fact that it worked with me today.
I always go out to take a coffee, to go shopping, to go to other people's houses, to have fun with friends but never...to go run. Despite all of those facts, I actually went out this afternoon with the main purpose to go run with them but, to let these fat meat breath a little bit. But apparently, I must be a very persuasive person because I ended up eating a strawberry ice cream rather than dropping any hint of sweat!
Oh well, today I escaped, but tomorrow I've the feeling things won't go so well...

terça-feira, 27 de março de 2012

The world is not beautiful.

"The World is Not Beautiful!"
So don't be pushed by your problems, be led by your dreams.


segunda-feira, 26 de março de 2012

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça...

Sempre fui rapariga para ter medo de cães. Não sou assustadiça ao ponto de começar a berrar e espernear no meio da rua caso veja algum mas, cães no geral sempre me fizeram comichão. Aliás, nunca tive problemas com aqueles mais pequenos ou quietinhos. Digo pequenos OU quietinhos porque poderia rapidamente desenvolver uma teoria sobre a energia de um cão ter uma relação proporcionalmente inversa ao seu tamanho. Resumindo um pouco, consigo conviver com cães que não passem facilmente do nível dos meus ombros (caso saltem ou se levantem, sou pequena mas nem tanto!).
Ainda me lembro um dia que fui jantar a casa de uma amiga minha e, mal a pobre coitada tinha acabado de estacionar o carro e saíamos em direcção ao portão, vejo uma enorme bola de pêlo a correr, arfar e babar por todo o lado. Escusado será dizer que nunca entrei tão rápido num carro. E por muito que lhe tenha custado o bichinho teve que ficar preso lá fora e mais nada.
Ora, tudo isto para dizer que agora quero um cão. Tem que ser daqueles pequenos, com pouca tendência para crescer em demasia, e terrivelmente fofinho. Daqueles que criam diabetes só de olhar!!
Tem uma loja de animais perto de minha casa com os cachorrinhos mais ternurentos de toda a humanidade. Tem lá um em especial que até me está a fazer olhinhos, vejam lá. Olhinhos tão queridos e cada vez mais difíceis de ignorar.

I was always a person afraid of dogs. Well, not exactly the type of girl who'd scream and kick each time coming accross a dog in the street, but let's just say that dogs in general always provoked me a certain itch. I never had problems with the small or quiet ones. I say small OR quiet because I could easily develop a study case about their energy being inversely proportional to their size. 
Basically, I can live with dogs who can't reach my shoulders (while jumping, I'm tiny but not THAT tiny!). I still remember the day I went to have dinner at a friend's house and, as soon as we parked the car and went out, I saw this huge ball of fur running, panting and drooling everywhere. Needless to say, Sara never entered a car so quickly. And, no matter how mean that might sound, the animal had to be locked outside. 

But what I wanted to explain with all of this was that I want a dog now. It must be small, with little tendency to grow, and terribly cute. The type of dog who can give you diabetes just by looking at you!!
I've this pet store near my house which always has the most cuddly puppies of the mankind and there's this one in particular that is totally ogling me with those sweet - and increadibly hard to ignore - eyes!


Image and video hosting by TinyPic